RESENHA RED DOOR AURA - NOVO PERFUME ELIZABETH ARDEN

Muitas casas tradicionais da perfumaria internacional procuram criar perfumes que atendam ao público jovem. Algumas transformam e destroem suas fragrâncias clássicas; outras conseguem se atualizar, mas ainda assim manter sua qualificada identidade olfativa. Elizabeth Arden é uma marca americana que iniciou seus trabalhos de beleza no início do século XX. O foco inicial eram os chamados Spas Red Door. Com o passar dos anos passou a produzir perfumes e hoje é mais conhecida por eles do que propriamente por seus cosméticos e tratamentos. Em 1989 lançou o primeiro perfume chamado Red Door e de lá para cá criou outros 5. O último, divulgado em 2012 e recém-chegado ao Brasil, é o Red Door Aura.
ELIZABETH ARDEN RED DOOR AURA REVIEW
Resenha do perfume Red Door Aura, de Elizabeth Arden

O conceito do Perfume Red Door Aura é ser uma nova versão daquele primeiro, feito e denominado como uma homenagem ao início dos trabalhos da marca em seus Spas. Sendo assim convidou o mesmo perfumista para produzi-lo, Carlos Benaim.

E como ficou o Perfume Red Door Aura em minha pele?
1 borrifada, queridas. 1 borrifada apenas e você cai com tudo em uma mesa repleta de balas de framboesa, jujubas, pirulitos, marshmallows e demais guloseimas de festas infantis. O início gourmand, frutal avermelhado e doce me assustou, confesso, pois jamais esperava um Elizabeth Arden desse jeito. Apesar do susto gostei pela força e exuberância. Se fechar os olhos estou mesmo enterrada em meio a muitos doces. Em poucos minutos ela aparece senhora de si, de salto alto e elegantérrima. Ela quem? A flor de laranjeira. Sim, milhares delas surgem em seu cheiro doce, cremoso e romântico. Chique como é vai ocupando o espaço sem excluir as frutas e os doces apetitosos. E assim ficamos: flores de laranjeira lindas caindo do céu enquanto quitutes tentadores nos sustentam. De repente entra no salão dessa festa olfativa (lembre: 1 borrifada!) o clássico jasmim. E que jasmim! Não terroso, não invasivo, não blasè. Um jasmim semelhante ao de outro bem-amado, o Pure Poison. Ele chega levemente temperado por algo que me lembra mel, o mesmo "mel" que sinto no Elie Saab Le parfum, Edp. Ele convida a flor de laranjeira para valsear e essa figura de linguagem é a mais apropriada para a ocasião visto que:
* nesse perfume, ao longo da sua evolução, ocorre algo muito interessante. Se em outros as notas vão sumindo, neste é como se elas rodopiassem à minha frente, como se dançassem mesmo. Frutas e doces, Flor de laranjeira. Jasmim. Frutas e doces novamente. Jasmim....e assim nos rodopios valseados ficam por horas. Quando então ainda inebriada por essa elegância dançante e tentadora lembro-me: estou no salão de festas da Elizabeth Arden, adentrei ao Red Door. E aí, meus caros, o perfume Aura ganhou o meu respeito, pois a marca soube se atualizar atendendo a clientes que pedem por notas mais doces, mas conseguiu manter a sua integridade criativa. A secagem de Red Door Aura remete ao primeiro, aquele de 1989 sem os aldeídos que assustam tanta gente. Permanece contemporâneo, floral gourmand, mas se assenta na mesma base de seu pai: sândalo ambarado.

Projeção: imensa, tal qual o seu nome ele forma uma aura perfumada em torno de você por horas. Sinto-o a me perfumar sem encostar o nariz por 6 horas, mais ou menos.
Fixação: 10 horas, excelente para um Eau de toilette. E aqui Aura confirma a mesma preocupação que a marca tinha com o primeiro Red Door.
Sugestão de uso: agradará a muitos perfis, pois tem o doce gourmand, o frutal, o bouquet floral romântico.... e às saudosistas ele lembra o fundo do tradicional Red Door. Outono inverno, por ser mais intenso. 2 borrifadas no máximo, e ele te perfuma por inteiro.
Quem gosta de Elie Saab, Pure Poison. Jasmin Noir, Idylle e outros florais brancos, provavelmente gostará do Red Door Aura.
O frasco é um show à parte: dependendo do ângulo fica transparente, rosado ou avermelhado. Sua superfície (e também a da caixa) tem a forma da porta vermelha do primeiro Spa que a marca abriu no início do século XX. Um perfume que se moderniza sem desrespeitar a história da maison. Muito bem, Elizabeth Arden e Carlos Benaim - meus cumprimentos e respeito.
Florence Nightingale Graham
Florence Nightingale Graham, fundadora da marca, uma visionária nos tratamentos de beleza de 100 anos atrás.

Outros perfumes com flor de laranjeira aqui
Outro perfume feito por Carlos Benaim, já resenhado aqui

21 comentários :

  1. Quero, desejo, preciso! Vc me paga, Dâmaris...

    ResponderExcluir
  2. O mais legal de tudo isso é saber que não é uma marca cara e que sua fixação é muito boa, 10 horas ? nossa! acredito que em breve terei o meu , to fazendo uma lista de desejos e reposiçoes . este entra pra lista . Adoro quando falam em perfumes de 1 borrifada , hahahahha , Depois seleciona os "perfumes de 1 borrifada"e faz um post, se já tiver me diz onde posso ver . Adoro estes. Xeru.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs adorei o perfumes de 1 borrifada. Claro! Ganhará post sim... rsrs

      Excluir
  3. Eu amo florais brancos, mas acho que na minha cidade essa saída gourmand não funcionaria bem, ficaria enjoativo (por causa do calor). Acha que o primeiro Red Door seria melhor nesse caso?

    Martina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martina

      o primeiro Red Door é ainda mais intenso e marcante. Nem todos o amam logo de primeira. Precisei senti-lo umas 3 vezes antes de dizer: compreendi e quero. Se em tua terra é quente, talvez ele seja mais apropriado para uso noturno. É um doce diferente, doce de flor, mas mesclado com musgo e madeira. Rastro e fixação impecáveis (ainda mais fortes que o Aura).

      Excluir
    2. Obrigada pela resposta! Por incrível que pareça, é mais fácil usar um "doce de flor" como você disse do que um "doce de bala" por aqui, basta dosar bem a quantidade e evitar o uso em dias mais sufocantes. Já os gourmands, só se for pra ficar o dia todo no ar condicionado, se não dá dor de cabeça na certa, mesmo usando pouco (o que eu lamento profundamente). Eu me interessei pelo Red Door há meses, mas fiquei com receio justamente por causa do clima daqui, mas agora eu acho que vale a pena tentar.

      Martina

      Excluir
    3. Martina....há um comentário dizendo que o Aura ficou muito bem no clima/temperatura de Brasília....parece que ele não "desanda" no calor! Boa notícia esta....bj

      Excluir
  4. Tenho acompanhado de longe os perfumes de Elizabeth arden, e como tem tido boa aceitação, ainda vou ter o meu...
    Bjo,

    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Aura está valendo muito a pena, Lu....bjs

      Excluir
    2. Acho o perfeito para o dia, para lugares quentes!

      Excluir
    3. Nossa, a primeira vez q senti esse perfume em alguem fiquei hipnotizada, apesar de ele ser marcante, ele é confortável, não é invasivo, vc sente ele quando chega perto, aí ele vai sumindo. A pessoa sai, quando ela volta, vc sente a AURA de novo, aí ele vai sumiindo e vc fica maluco com gostinho de quero mais!O meu chegou ontem! Qdo apareceu uma oportunidade não tive duvida:Ele primeiro!!!
      Q delícia!!!

      Excluir
  5. Já admirava o antigo, aí um dia ví uma colega com essa realmente 'aura' em torno dela e fiquei louca, tive que perguntar q perfume era esse?Aqui em Brasília não é frio, achei o 'O PERFUME PERFEITO PARA O DIA!" Me apaixonei loucamente!Tomara que ele fique tão bom na minha pele quanto ficou na dela!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vana, que legal!!! Que bom ter uma experiência sobre este perfume em terras mais quentes...bom saber que ele não "desandou" ! Obrigada por vir aqui partilhar a sua experiência. bjs

      Excluir
  6. Nossa eu comprei esse perfume no escuro e não gostei. Amo o Ellie Saab e o Pure Poison, mais não me identifiquei nesse Só usei uma vez ao chegar e encostei estou até querendo trocar ou vender
    Quem se interessar segredodecabelo@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Esse vidro é uma graça. Olha ganhei uma amostra da versão tradicional, achei bem forte, um floral doce e abafado (será que me entende?). Esse estilo de fragrância (red door tradicional) costumam agradar mulheres mais velhas (tenho 22 anos) ou com personalidade forte. Esse "aura" parece ser mais jovial, gourmand + frutal parece me a agradar. Bju! Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, te entendo Jéssica. Tenho e uso também o o Red Door tradicional, que é um clássico da perfumaria. O Aura é muito bom e tem notas que o deixaram mais moderno sim. Qualidade excelente! O bom é que a marca conseguiu modernizar sem perder a identidade. bjs

      Excluir
  8. Simplesmente maravilhoso!!!!!
    O Red Door é muito bom, mas o Red Door Aura, superou! Suave e muito elegante! Uso diariamente... 3° de 100ml
    Super índico!!!

    ResponderExcluir
  9. Acabei de comprar esse perfume no escuro e após sua resenha fico relaxada e ansiosa. Pela sua descrição com certeza eu vou amar!
    Parabéns pelo jeito que escreve, pois faz a gente viajar na imaginação, rs...
    Abraços
    www.jananogueira.com

    ResponderExcluir
  10. Você ainda possui o vidro desse perfume?

    ResponderExcluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover